O que aprendi sobre o fim das coisas

Um bom exemplo de fim: foto tirada menos de 1 segundo após a explosão de um homem bomba. Todas essas pessoas que andavam tranquilas aí na foto agora estão mortas. Os últimos segundos antes do fim estão nessa foto, que vai ter um fim também.

Um bom exemplo de fim: foto tirada menos de 1 segundo após a explosão de um homem bomba. Todas essas pessoas que andavam tranquilas aí na foto agora estão mortas. Os últimos segundos antes do fim estão nessa foto, que vai ter um fim também.

Tudo tem fim, isso é fato, dos tristes, mas ainda assim, fato.
Não adianta procurar excessões. Família tem fim, namorado ter fim, bichinho de estimação, livros, inteligência, o mar. E o amor tem fim, sim. Números, círculos?
Também. Números acabam no maior que você conhece, e esse é o fim pra você. Você até pode ir adiando esse fim quando conhece mais números, mas conhecer o infinito é impossível. Círculos acabam quando o compasso une a outra ponta. E ele acaba exatamente onde começou. Só porque não vemos o fim do círculo depois de traçado, não quer dizer que ele não acabe. Você vê o seu fim? Se vê, é porque o compasso está passando por lá outra vez, numa tentativa de reforçar o traço. Se não vê, é como qualquer outro círculo.
Ver o fim não é mérito, mérito é a maneira como você encara essa visão.
Antes que se apavorem, não, eu não estou vendo o fim. Mas sei que já passei com alguns méritos de ver o começo.
E pense também nos fins que você mesmo dá, todos os dias. Nas dores e nas alegrias, impensáveis, que acompanham cada um.
O fim existe, chega, leva, carrega, conforta. Esperar por ele é que tortura.

“Cada um sabe a alegria, e a dor que traz no coração.” Titãs

Anúncios

3 comentários em “O que aprendi sobre o fim das coisas

  1. Amanda disse:

    E vale dizer que nem todo fim é triste. O fim das tristezas corriqueiras é sempre tão esperado, que vejo como momentos de alívio na vida de qualquer pessoa normal…
    Adorei o texto! Bjo

  2. Eve disse:

    Nossa!
    O que você escreveu tem a ver com alguns pensamentos que vêm me assolando ultimamente…
    Pois é. Tudo tem um fim. Mesmo que a gente não queira. Mesmo que a gente ache cedo. Ele chega. Não tem jeito. =/

    B-jos.

  3. Gabriela disse:

    Ótimo texto e ótima reflexão. Só nos falta aproveitar melhor nosso tempo com pessoas queridas antes do fim… E fechou com chave de ouro, a frase perfeita! ^^

    beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s