Não vigie o coitado do seu namorado

O que motiva este post é esse texto aqui, da famigerada revista Nova.

Pra quem quer distância desse tipo de matéria, vou resumir do que se trata para fins totalmente didáticos: são dicas para as mulheres vigiarem a vida dos homens para descobrir o que eles andam fazendo, lançando mão de artifícios como fuçar no cesto de roupa suja, no lixo, na bolsa da academia do cara e daí pra pior.

No começo, eu não sabia o que dizer. Comecei a ler porque achei sinceramente engraçado. Depois me toquei que não é um texto de humor, tem MESMO gente que faz isso! Aí resolvi escrever pra dizer o que eu penso disso.

Acho normal namorar uma pessoa e se preocupar com ela. Normal não, necessário. Mas TUDO tem limite, tudo mesmo. E a partir do momento em que você é tão neurótica assim, não é só questão de se preocupar com a pessoa, é se preocupar COM VOCÊ do jeito mais ridículo e egoísta possível. Explico: vigiar o namorado 24hs demonstra um medo de perdê-lo tão grande que o amor já não justifica mais, é puro medo de ficar sozinha mesmo.

É impossível manter uma relação feliz com excesso de ciúme. Um vai se sentir infeliz por ser perseguido o tempo todo, e o outro se sente infeliz com tudo que desconfia e por ter o trabalho e a preocupação de vigiar. Pior ainda quando os dois são ciumentos demais. Sério gente, amor não é isso!

Acho que a raiz do ciúme exagerado é a falta de amor próprio. Quem não se ama o bastante acaba por entregar a própria felicidade nas mãos do outro, e teme o tempo todo que isso se perca. Não percebe que não há felicidade desse jeito, e que prender o outro é o jeito mais fácil de fazer ele querer se libertar.

Outra coisa é traição. Quando se trata disso, ninguém é inocente. Mas uma falha que mulheres ciumentas não percebem é que o cara muitas vezes trai porque tem vontade de terminar, mas não tem coragem porque sabe que a mulher vai reagir exageradamente. Então ele continua com ela, fingindo que tá tudo bem, metendo um monte de chifres, e ela nervosa e desconfiada 24 horas por dia. Ou seja, o tiro sai pela culatra. Você vigia pra não ser traída e acaba sendo traída de tanto vigiar.

Uma coisa que eu vejo as mulheres enchendo os sacos dos respectivos namorados/maridos: sair com os amigos. Mesmo que tenha pessoas do sexo oposto junto, e daí? Por que seu namorado não pode fazer isso? Se ele vai se interessar por qualquer piriguete que aparecer, a culpa é sua que escolheu um cara sem caráter. Se ele não tem caráter, alguém no mundo há de ter. Simples.

Por isso acho que a melhor coisa é não ter medo de ser traída, e confiar na pessoa que você escolheu para companheiro (a). Acho que traição é sinal de que algo não vai bem, então é melhor terminar mesmo. Ninguém é insubstituível. Nunca queremos perder alguém que amamos, e é importante tentar consertar os problemas enquanto der. Mas não é o fim do mundo se não der certo. Dói, machuca, irrita, mas passa, e o mundo tem bilhões de pessoas. Não faz sentido ser infeliz com uma se você pode ser feliz com outra. Também não faz sentido obrigar alguém a ficar com você se não é isso que a pessoa quer, você está se iludindo.

NOVA ensina técnicas avançadas para mulheres que querem se tornar profissionais na arte da espionagem. NOVA entrevistou sociólogos e detetives e montou um curso completo para espiãs da Investigação Amorosa.

Profissionais na arte da espionagem? Ótimo! Ser profissional em algo é bom, porque se a pessoa lê essas dicas realmente levando a sério é sinal de falta de trabalho pra fazer, de uma louça pra lavar…

Anúncios

Um comentário em “Não vigie o coitado do seu namorado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s